Fátima Alves-Alma sensível e Poetisa da Caatinga

Poesias e prosas(sentimentos à flor da pele)

Textos


Um poema bem real...

Todos os meus leitores sabem
Que nasci e me criei na Caatinga Potiguar
Na minha vida faltou tudo...
Até a água!
Mas Deus me deu de presente a poesia
E com ela eu pude voar pelo mundo
Através da escrita! Pois a magia me adotou...
E eu que era predestinada
À viver e morrer na miséria
Saí dela através da Educação
E ainda hoje ajudo muita gente
Gente que como eu nasceu na pobreza
Há anos tenho um jardim na minha casa
E me deleito na poesia que a natureza inspira
A Caatinga no meu olhar é só poesia
Mesmo quando ela está seca...
E assim eu vou vivendo
Sempre escrevendo para meu povo
Mostrando as belezas!
Que somente pela lente da poesia
É possível retratá-las
Meu cansado coração
É cheinho de amor...
Salpicando alegria
Nos espaços onde ando
E dizendo para essa gente
Que a esperança existe
Mas é preciso lutar para vencer...
***
Fátima Alves – Poetisa da Caatinga
Natal, 28 .11.2018
Maria de Fátima Alves de Carvalho
Enviado por Maria de Fátima Alves de Carvalho em 28/11/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras