Fátima Alves-Alma sensível e Poetisa da Caatinga

Poesias e prosas(sentimentos à flor da pele)

Textos


Meu soberano Deus!

Como posso compreender a morte de uma jovem de 31 anos, que acabou de se casar e vivia a plenitude da vida. Ela era a filha caçula de 04 irmãos. Era linda! Cheia de projetos e sonhos.
De repente aparece um câncer no seu pâncreas, e ela vive apenas 52 dias. Óh, meu Deus e pai!
Como é difícil para uma mãe enterrar a sua linda filha. Isso dói demais, eu penso que é pior do que a morte... Eu quero te pedir Senhor, que na sua infinita misericórdia dê alento aquela mãe e a todos os familiares. Pois essa falta a gente não preenche mais nunca... É uma parte do nosso coração que se vai para sempre...
Cibele era uma menina crente em Jesus e muito amada e doce para com todos, a conheci pequenininha, pois éramos vizinhas, e ela brincava muito com minha filha Ana Sara. Eu também sinto muito a morte dela, porque a minha pessoa pecadora, ainda não aceita que uma mãe enterre um(a) filho(a). É Cibele a sua ternura ficará agora nas nossas lembranças...
***
Fátima Alves – Poetisa da Caatinga
Natal,11.11.2018
Flores em minhas mãos! Foto de Emanoel Milhomens
Maria de Fátima Alves de Carvalho
Enviado por Maria de Fátima Alves de Carvalho em 11/11/2018
Alterado em 19/11/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras