Fátima Alves-Alma sensível e Poetisa da Caatinga

Poesias e prosas(sentimentos à flor da pele)

Textos


***Retrato da caatinga seca***

Numa terra extensa seca
Poeira dança com vento
As vidas que ali pulsavam
Fugiram pra não morrerem
E a mata por não andar
Abriu mãos das suas folhas
Pra não perder sua água
E poder sobreviver
Enquanto esse mundo tá seco
*******
Fatima Alves/ Poetisa da Caatinga
Natal:26.02.2011
***
"Meu mundo tem muitas faces"
A Caatinga onde nasci!
Maria de Fátima Alves de Carvalho
Enviado por Maria de Fátima Alves de Carvalho em 26/02/2011
Alterado em 28/01/2013
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras